FANDOM


Gnomo (Gnome) é uma raça que faz parte da Aliança, são humanos com um estatura mínima (menor que um anão), medem menos de um metro, são fissurados por Tecnologia.

HistóriaEditar

260px-Gnome Crest.jpg

Brasão dos Gnomos.

Os gnomos, uma raça de seres diminutos, deixaram a sua marca em Azeroth através da aplicação de inteligência e ambição coletivas ofuscando a de outros povos. Os gnomos são renomados mecânicos, engenheiros e técnicos, muito respeitados por seu conhecimento das facetas científicas do mundo e sua capacidade de transformar seu conhecimento em surpreendentes ferramentas, veículos, armaduras e armas.

Pouco se sabe sobre a história dos gnomos antes da Segunda Guerra, até mesmo entre os próprios gnomos. Grande parte da filosofia gnômica está focada no pensamento avançado com conceitos criativos; nunca foi dada muita importância à história ou aos registros não-científicos. No entanto as pesquisas recentes têm descoberto evidências de mecagnomos pré-históricos criados pelo titãs para ajudar a moldar as terras de Azeroth. Como muitas das criações dos titãs, esses ajudantes foram contaminados pela maldição da carne e se tornaram aquilo que hoje é conhecido como a raça dos gnomos.

Gnome02-large.jpg

Um Gnomo Engenheiro

Somente após de descobertos pelos anões, séculos depois, que os gnomos foram reconhecidos como uma raça viável e importante. Os anões ficaram impressionados com a engenhosidade e rapidez de seus "irmãos" menores (pois eles também haviam sido criados pelos titãs e igualmente amaldiçoados), e ajudaram os gnomos na construção de uma cidade capital, Gnomeregan, no sopé de Dun Morogh, próximo à Altaforja, capital dos anões. De sua incrível cidade tecnológica, os gnomos forneceram apoio inestimável em forma de armamento, veículos e tropas para a Aliança dos anões, humanos e elfos superiores.

A Queda de GnomereganEditar

Gnome03-large.jpg

2 Mecânotruzes, a montaria típica dos Gnomos

Quando a Legião Ardente atacou, os gnomos estranhamente se recusaram a enviar ajuda aos seus aliados. Somente após o término da guerra a Aliança descobriu a razão para a retirada dos gnomos. Por volta da época da Terceira Guerra, uma antiga ameaça emergira das entranhas do Azeroth para atacar Gnomeregan. Sabendo que a prioridade de seus aliados era derrotar a Legião, os gnomos decidiram encarar sua luta sozinhos. Embora tenham lutado bravamente para salvar sua amada cidade, a capital foi perdida.

Grande parte da raça foi exterminada durante a queda de Gnomeregan; alguns dizem que cerca de oitenta por cento dos gnomos morreram durante aqueles dias horríveis. Os poucos sobreviventes fugiram para a segurança dos arredores de Altaforja. Ali silenciosamente permanecerem reconstruindo suas forças, curando suas feridas, e se preparando para retomar sua cidade devastada.

Pouco antes do cataclismo, o líder dos gnomos, Grão-faz-tudo Gelbin Mekkatorque, liderou um ataque contra os invasores de Gnomeregan. Foi uma primeira manobra bem-sucedida, mas haverá mais derramamento de sangue antes da completa libertação da nação gnômica.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória